Veja Bem

© Luanda M.S. Cabral
                           
                             (...) Ela olhou no espelho, e pensou: 'Em primeiro lugar vou comprar uma lente de aumento, e quando olhar novamente o meu reflexo, poderei enxergar aquilo que ele verdadeiramente reflete. Fazia por ver, que em passos mal dados recitados com eloquência sinceras nem sempre irão manifestar as promessas e atitudes verdadeiras.' Tocou-se, nua pele, passou os dedos entre os fios de cabelo, desceu as mãos, relaxou os braços e deu em si mesma um abraço. Ali mesmo se amou por alguns minutos, se afetuou por algumas horas, chorou, soluçou uma canção de ninar. Parecia cena de um filme triste e melancólico. Mas, não era. Ela, tornou a olhar, dessa vez com a lente e se pôs a sorrir, por se encontrar em momentos assim, consigo e redescobri o que é se amar. Fechou os olhos, tornou a abri-los, e novamente sorriu estava em paz com aquilo que lhe refletia. Havia algo que de dentro fluíra exteriormente. Foram algumas horas de reencontro. Pode, fazer as pazes com seu interior. Nestes momentos de introspecção inúmeros mistérios são revelados a olhos nus. Ponderou cada pérola de seu tesouro interior, sentiu o gosto das nuvens de seus sonhos doces, o cheiro de seu próprio jardim e ali há inúmeras flores. Desobrigou-se de suas algemas, então puderam sentir este aroma a exalar, o espetáculo que ali se iniciou na periferia de seu íntimo; âmago. Passou a dirigir cada pensar e escrever uma nova história a partir de cada ponto final, espaço e parágrafos. Penetrou em suas obras em ruínas, arquitetou uma fantástica história dentro de sua inteligência emocional: Libertou-se.
(Luanda M.S. Cabral)

0 Sonhadores:

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review