Grito

© Luanda M.S. Cabral
Será que nós nos aguentamos?
Que nós, nos suportamos?
Falar dos outros é tão fácil... E esta frase tão repetida, porém, mesmo assim continuo a fazer.
Deus quer arrancar de dentro de mim, aquilo que me faz pecar.
Porém, se eu relutar com minhas forças contra Deus, será eu alguém que possa fazer isto?
Tamanha minha soberba, em achar-me tão barro contra o oleiro.
Tamanha minha ignorância, em desobedecer a Deus, que cheguei onde estou.
Meu momento de reconciliação com Deus, continuou desde quando ele continua a me amar.
Meu momento de despertar iniciou quando eu parei a analisar, que eu Necessito deste amor.
Somente Deus me suporta como realmente e verdadeiramente sou. Ele sabe meus pensamentos.
Me conhece totalmente, até quando eu quero me esconder.
O Senhor me aperta, aperta, até chegar ao ponto em que minha alma grita...
E pede pelo socorro do Senhor.
Vem me socorrer pai, me libertar, me restaurar, tirar todos os grilhões, que eu possa ser livre para ti.
Porque tua palavra diz, onde há o Espírito Santo há liberdade.
Quero, olhar para mim, tão somente para mim...
Esquecer, o que tem a minha volta e tão somente te obedecer.
Ser fiel em tuas promessas e cumprir as que lhe digo até o fim.
Assim, se faz meu grito, de misericórdia do Senhor por mim.
Chega-te óh, Deus em mim, venha com tudo e o todo que tu és e pode ser para mim.
Não quero pensar, o que os outros pessam, mas quero seguir-te como um rio correndo em ti.
Seguindo o teu fluxo.
Jorra em mim Senhor, jorra em mim.
Que eu não perca o foco, que és tu Senhor Jesus.
(Luanda M.S. Cabral)

0 Sonhadores:

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review