Moça

© Luanda M.S. Cabral
               Eu fico a te fitar, quando passas na rua sobe a ladeira ombros caídos, as forças me parecem que estão a desfalecer. Eu ainda não pude entender o porquê deste jeito de caminhar, já que quando cantas no palco à noite é a estrela, lá tu fazes tua dança aparenta-te iluminada e que jaz tua morada. Passa o festeiro vejo tua retina és moça uma menina cabisbaixa. E de tanto tentar aparentar, não há o que se ver no teu lar, de muitos sorrisos que se mostraram ser, inúmero deles teus amigos, estás hoje à chorar por não ter em quem confiar.
                Já te disse moça, és uma menina cabisbaixa, ainda não aprendestes a se dar: Amor próprio. Ainda muito de ti voltarei a escrever, até conseguir entender porque tanta tristeza neste olhar, pairo a noite a indagar.
(Luanda M.S. Cabral)

2 Sonhadores:

Mimi Alves! disse...

Oi linda!
seu blog tá lindo!
o texto é show tb!
beijinho!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Ainda bem que a tristeza vai logo embora.

Beijo, menina linda.

Rebeca

-

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review