Meus pensamentos

© Luanda M.S. Cabral
           Não sei bem ao certo, penso que dúvida não seja bom ao ponto de imaginar que não vem do bem e sim daquilo que não nos faz bem. Mas me intriga pensar nela, lembrar dela e saber que existe, enfim em mim. Me irrita! Não gosto, e também não sei bem ao certo qual é a ligação. Hoje estou disposta a rasgar a boca do balão, lançar fora mesmo. Já fiz, pensei que fosse dar jeito, mas no final lá vem a desgraça novamente em sonhos, nas lembranças...Que diabo infernal. Já repreendi, já escrevi, já perdoei, já pedi perdão, já rasguei fora do peito e agora estou publicando e a descarando para que todos possam ver e ler, os meus pensamentos.
         
Imagine uma casa daquelas de menininha
Intocável, toda arrumadinha bem bonitinha
Com jardim florido, era primavera
Borboletas sobrevoando no ar límpido magestoso
Tudo lá era limpo, lindo e perfumado
Colorido, reluzia a vida

Então, ao lado está uma casinha abandonada
Escura, estranha, cheia de mato dentro e fora
Logo surge um explorador, pela ânsia da descoberta
Ele corre e logo tenta desvendar os mistério da casa abandonada
Bate a porta, não ouve ninguém responder
Então resolve ali habitar, por um longo período de tempo.
Carpiu todos os matos, ascendeu luz no escuro
Durante todo o dia trabalhou, prolongando meses e anos
A casinha virou uma mansão de tão linda
Tanto quanto aquela da historinha acima
Até poder descansar, em sua cadeira cochilou e finalmente dormiu...

Passaram mais alguns anos e o explorador
Muito ocupado no seu serviço na rua
Foi deixando a casinha de lado,
Não tinha tempo e vivía cansando
Quando chegava da rua entrava brutalmente
E fechando a porta que fazía um barulhinho, esta precisava de reparos
Atacava-a como se fosse gente, pensava - 'que desgraça de porta'.

Mesmo residindo ali dentro, a casa se pudesse ter sentimentos
Podíamos dizer que ela o amava
Pois, no seu interior ele fez sua morada,

Passaram-se anos, então a casinha abandonada
Por mais que houvesse alguém ali que dizía mora lá
Não estava, e ela continuou sendo a casinha feia abandonada
Por que a casinha não estava sendo cuidada.

                   Assim é o amor, se a gente não cuida embora estejamos dentro do coração de uma pessoa, este coração vai ficando triste, morno, até mucho. Tem que ser adubado, regado, cuidado... Todos os dias. A parte do explorador nos enche os olhos de esperança, poxa vida alguém cuidará da bixinha, porém se este não saber cuidar deste lar, ele mesmo que teve todo trabalho de conquistar o espaço, destruirá este lar. Há muitas pessoas egoísta que pensam que só uma pessoa é capaz de amar por dois. O amor nasce no primeiro olhar a dois, desce até o peito, sela-se com um beijo e firma-se com o sexo. Tudo isto não pode ser feito sozinho, tendemos a culpar os outros pelo estrago e não lembramos que fizemos parte da construção dele também.

Quem é você nesta história: o explorador ou a casinha?
(Luanda Melo dos Santos Cabral) 

4 Sonhadores:

Patrícia Vicensotti disse...

Meninaaaa,vc me surpreende a cada dia.
Oxe! estou a pensar aqui...

Cida Kuntze disse...

Oi Lú!
Vou chamá-la assim ok? rsrsrs.

Que lindo texto. Precisamos cultivar a cada dia o amor, são com pequenos gestos e atenções que ele vai se solidificando.

Nossa vida espiritual também é assim, precisa ser cuidada, não pode ser abandonada, ficar "cheia de mato", mas que possamos desejar sempre voltar ao primeiro amor com Jesus e cuidar bem da nossa casinha espiritual.

Beijinhos e um final de semana abençoado pra você.
Estás linda na foto do perfil...que noiva linda.

Outra hora, com tempo, se desejares escutar uma linda música, vá lá no meu blog. Eu coloquei pra complementar o texto de ontem, que vc gostou. O nome é: máscaras.

Beijinhos.

Solange disse...

uau...

Luanda querida... que texto delicado e profundo...

o amor deve mesmo ser cuidado, e diariamente...

amei.

beijos carinhosos

Julia Susigan disse...

Olááá

Obrigada pelo carinho e pela visita! Será sempre bem vinda !!!

E, adorei seu cantinhu tbm !! Linda mensagem !!!

Já estou te seguindo!

Bjs e boa semana flor ..

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review