Primeiro Amor

© Luanda M.S. Cabral
O meu primeiro amor fez-me sentir eternamente feliz
Deu-me uma alegria daquelas que dá vontade de voar
Mesmo sabendo que eu não possuo asas,
Me senti como um pássaro livre, leve e solto no ar.

E com o tempo fui aprendendo além de amar
A respeitar e dexei-me ser conquistada por este amor
Não foi subtamente, de uma maneira que
Cada momento que passávamos juntos

Ele podia me conhecer mais e mais
A confiança foi se achegando juntamente com a amizade
Nos tornamos verdadeiros cúmplices deste amor

Eu poderia me jogar de braços abertos
No colo do meu amado,
Eu sei que ele me sustentaria mesmo sem pedir,
Nele me encostar até poder ninar.

Porém, com o tempo é hospede da paciência e mansidão
Arrasta junto a ele um processo
Por vezes num tal lentidão
Que varia de ser para ser...

O amor esfria...
Vem as brigas...
E vai transformando tudo aquilo que foi
Pouco a pouco conquistado
Em motivos de dor.

Não se sabe ao certo sobre a capacidade humana
Muito menos nem podemos entender do sobrenatural,
O que pode saber é que quando nós falamos em amor,
É algo que tudo suporta e tudo supera.

Podem os rios vim tentar afogá-lo
Com astúcia e perseverança sempre haverá uma mão
A emergí-lo do fundo do mar,

Meu primeiro e único amor
Transformou o meu coração
De uma maneira a fazê-lo transbordar diante de meus irmãos
Quero lutar sem parar afim de que nunca esqueça

Este amor se chama Jesus
Este amigo que intimamente o chamo de paizinho
Este cara que está sempre ao meu lado
Mesmo quando eu quero ficar sozinha.

É um amor precioso
Que deu sua vida a mim por inteiro,
E faz de mim a mulher mais realizada e completa
E pode te fazer realizado também...

Se ainda não amas, aprenderás a amar
Se já amou e esfriou
Ele torna a chama à queimar
Se esqueceu ou pôs em dúvida

Ele dá a certeza de que sempre, sempre irá te amar.

(Luanda Melo dos Santos)

0 Sonhadores:

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review