Saltitar

© Luanda M.S. Cabral
Saltita doce efémero espírito magnificante,
De minh'alma jas espaçada,
Fel goteja a fio o desalento, arengas minhas,
Que outrora aflingida encolerizava.

Saltita em lance o orlado de iluminuras,
Arrasta o meu pesar, tirante-a mim,
Escoro a ti, quem não escusa minhas condolências,
Acautela a essência, que em ti faz morada.

Saltita com penhor de meus julgos,
Intentados aos meus precedentes,
Exorta-me, leciona-me a depreender,
Tua lhaneza de subsistir.

(Luanda Melo dos Santos)

1 Sonhadores:

Angélica Lins disse...

Deixei o acesso ao meu blog apenas à leitores convidados. Gostaria de lhe enviar um convite. Envie seu email do blog para o meu: angelica3292@gmail.com.

Aguardo retorno!
Abraço

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review