Latente Alma

© Luanda M.S. Cabral

Latente alma que agora chora, que sangra, desespera faz doer e não vai embora.
Dor esta que consome o corpo, fazendo neste momento tu te sentirás, como um quase morto.
Rasga o peito em pequenos pedacinhos, e o faz sentir cada gota de sangue, que vai escorrendo no teu corpo feito cacos de vidro.
Dor latente na alma, que agora chora, trazida pela traição que na sinceridade aflora.

Só quem sabe, pode sentir, sabe como é se sentir assim.
A dor que naquele instante fica adormecida, não se sabe o que pensar.
A única coisa que se quer é não estar ali.
Inventar um novo modo, algo diferente para poder se distrair.

Quem um dia acreditou, pode saber como é a decepção, de um amor tão bem tratado.
A dor enxarcada de tristeza, que é a dor da traição.
Ela vem, quando menos se esperar.
Ela vem, e te desatina, te desespera, não se pensa em outra coisa a não ser desistir, de tudo que com tanto zelo construistes até alí.

E logo, após o passo que seja a do perdão.
Em suas mãos encontram-se apenas um destino.
O do sofrer na noite fria, calada, e chorar um choro fino de madrugada.
Ou, dar-te de corpo ao perdão, deixar que tudo sare dentro do seu coração, entregar-te a Jesus e este curar-te no amor, na mansidão.

Dor na alma, que um dia vai embora.
Dor na alma, que porquanto te explora.
Dor na alma, que te cega na ignorância de outra coisa não sentir.
Dor na alma, um dia tu te retirarás de dentro de mim.
(Luanda Melo dos Santos)

0 Sonhadores:

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review