São só versos

© Luanda M.S. Cabral

São só versos, alguns jogados ao vento
Existem aqueles que ficam ao relento, madrugam no meu pensamento,
Esperando o amanhecer, para assim eles poderem ser, palavras que me fazem sentir
Aquilo que realmente quero dizer a mim.

São só versos, sem evidentes intenções
Versos claros, de minhas emoções, que como água no rio, aprendir contornar
Uso das minhas mãos, a válvula para poder eu escapar.
Simples, muitas vezes, e quando vejo, fito-me a espantar.

São só versos, que fazem de mim mais um ou mais uma
Que insiste em existir,
Se sentindo uma relíquia de poder estar presente aqui,
De poder transfigurar um sentimento em palavras ou canções, fugindo de seus próprios leões.

São só versos, apenas versos, nada mais que versos
Claros e evidentes
Muitas vezes confusos, conexos e algumas vezes desconexos...são só versos.

(Luanda Melo dos Santos)

2 Sonhadores:

Pelos caminhos da vida. disse...

"Há corações que param no passado;
e para que isto não
aconteça com você deixo-lhe este
pequeno lembrete, para que o
seu coração, ao mover-se no futuro,
encontre sempre algo no
presente."

Paz, Amor, Saúde.

beijooo.

Joe disse...

Os versos nunca são apenas versos, pelo menos não quando estão assim escritos. Sente-se algo para além das palavras impressas, para além dos recursos expressivos e das rimas estrategicamente colocadas. Isso porque os versos são sempre um pequeno reflexo de nós mesmos, e então, quando sinceros, têm neles algo de muito humano que só humanidade sente. Não menospreze os seus versos, são belos =)

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review