☼ Liberdade - Ser Livre - Uma Reflexão

© Luanda M.S. Cabral


Venho Pensado em Liberdade, e muito me instiga a ideia de que liberdade é esta que temos vivido!

Não quero ofender ninguém ao que irei desabafar, são apenas alguns pensamentos que vai e vem dentro do meu consciente, de antemão, desculpa se vier a ofender alguém! Da minha liberdade uso eu, mais de maneira alguma quero chegar ao desrespeito, daquilo que considero Respeitoso.

Em todo lugar, quase, se fala em Liberdade, em nosso país é muito falada, porém banalizada. Em outros lugares, ou até mesmo dentro do nosso país, não há liberdade, em seu real sentido, não existe essa tal Liberdade Vivenciada.

Esta palavra que denota de um significado muy bonito, que vem a ser em seu sentido estrito: "A ausência de submissão, da servidão, a independência do ser humano". Não vem sido vivida por todos há muito tempo, e desde a época em que não a tinham em uma "totalidade", ou em uma abrangência que se tem hoje, na época da Ditadura, por exemplo, ou vamos mais além, na época do Nazismo, ou na da Escravidão.

Ou até os dias de hoje, referente à Religião, Consumismo, Egolatrias, Relacionamentos, Tecnologia, etc.

Situações iguais a essas criadas pelo ser humano que tende limitar o seu raciocínio, limitar o pré-questionamento, que não tende a instigar a curiosidade e que acaba a levar a tornar um ser humano conformado pela situação que vive. E desconformado na maneira de aceitar a situação, viver ainda assim do mesmo jeito e viver em uma vida indigna, ser mal-humorado, e estressado atingindo assim seus familiares, parentes ou a própria sociedade em si.

E o que me faz perguntar: Onde estão aqueles Inconformados? Cadê os questionadores? Onde estão os estudiosos? Pra onde vão os Acadêmicos? Os cidadãos que antes de chegar a ser um político, um dia foi cidadão, e onde estão os políticos de VERDADE? Aqueles que REALMENTE se importam com o necessitar do povo, aqueles que REALMENTE cumprem o que é dito pela nossa LINDA legislação?

Gente onde estão essas pessoas? Será que elas não existem? Ou somos todos alienígenas? Ou não temos discernimento o suficiente para não aceitar tais situações?

Muitos batalharam, deram a vida, para hoje podermos viver em um país ou mundo “democrático”, para alguns, (que também sinceramente não compreendo essa "tal" democracia), para hoje termos a tão sonhada LIBERDADE banalizada, adormecida, escondida nos anseios mais remotos que possam existir.

Embora, o passado sujo que não presenciamos, sabemos, estudamos pelo menos, e deveríamos em honra aqueles que lutaram e nos presentearam com o mundo de hoje, deveríamos não ser conformados, e continuar a batalhar. Unir-nos de verdade, e aproveitar a nossa Liberdade, conquistada por outros.

Não se veem mais grupos, estudantes, Acadêmicos (nossa os acadêmicos de hoje em dia me decepcionam muito), que lutem pelos direitos alheios, ou até pela nossa Liberdade Real.

Antigamente, não se podia nada falar, nada a expressar, que no mínimo iria preso, e no máximo sumiam com os corpos daqueles que um dia sonharam com o mundo que hoje vivemos, assassinatos e coisas a mais que aconteciam naquela época de perseguição. Hoje temos rádio, televisão, internet, tudo que possibilita mobilizar certo grupo de pessoas que lutem pelos mesmos direitos.

Ou vão me dizer que todo mundo quer continuar a pagar impostos absurdos enquanto o nosso Congresso pinta e borda em Brasília e no exterior, com nosso dinheiro suado de cada dia? Ou vão me dizer que dormem tranquilo com os bandidos nas ruas, e seus filhos correndo risco iminente? Ou a festa dos pastores nas igrejas com dinheiro de pobres coitados que não tem acesso a informações, e nem o mínimo de respeito com a verdadeira mensagem da palavra de Deus a ser ensinada a eles?

Tenho certeza que essas e coisas muito mais importantes indignam a mente de cada um antes de dormir e durante o dia todo.

Acontece que eu estou cansada de CONFORMISMO que o mundo hoje nos oferta de bandeja, estou insatisfeita com essa vida utópica nossa de cada dia. Com esse “achar de estamos bem”, com este egoísmo de que tendo pra mim, o resto que se dane, sendo que o retorno esta a esquina de nossos pensamentos.

E querer lhes perguntar: O que você faz para melhorar a sociedade? Qual a sua contribuição social? Qual a sua contribuição psicossocial? O que vens trabalhado em si para bem refletir em outros?

Sabe, me desculpa a intenção de outrem, mais acho ridículo, simplesmente ridículo, movimentos momentâneos de quando morre alguém, uma criança, um adolescente, um idoso de forma bruta, aparece nos jornais, e fazem uma passeata com faixas de Paz, Violência Não, ou enchem uma praia de carrinho de supermercado com uma pessoa simbolizando uma morte violenta. Ou um minuto de silêncio em homenagem a fulano.

Gente me poupe, mais pra que isso mesmo?
A quem querem motivar, emocionar?
O que vai mudar?
Vai substituir o sentimento de perca da família?
No outro dia as outras pessoas simplesmente esquecem, e quem fica mesmo a esmo é a família de nós Pobres Coitados.
É extremamente ridículo, por que esperar acontecer e depois fazer? Por que esperar alguém morrer para reivindicar proteção e segurança no seu bairro, na sua cidade, no nosso país?
Áh, por que somos egoístas e pensamos que não acontecerá conosco, ou com algum dos nossos! Talvez seja isso! Por que não cobrar de nossos Governantes como faziam os nossos GOVERNANTES, antes de eles se tornarem, como faziam antigamente? Que até onde eu sei de história, pelo menos de nosso país, os nossos atuais governantes, inclusive o PRESIDENTE DA REPÚBLICA (grande decepção na minha vida), eram os supostos "baderneiros" da época.

Eram aqueles que não aceitavam esse blá blá blá. Eram aqueles que não aceitavam corrupção, falta de informação, morte, falta de segurança. Os que não aceitavam um Estado sujo, que indignavam com a situação de nossos professores, siderúrgicos, donas de casa, etc, e ou da sociedade em sumo.

Eram os que não aceitavam e nunca aceitariam a situação da saúde no Brasil.
Situação do ensino público. Do nosso INSS, e outras siglas do mesmo gênero ou não.
Situação VERGONHOSA das Universidades Federais do país (pelo menos a UNIR - Universidade Federal de Rondônia) é um péssimo exemplo de Universidade, não se pode nem chamar disto que a simboliza.
Situação das famílias altamente carente, de alimentação, saúde, informação, religião.

Percebo, que pouco tem se reclamado, pouco tem se feito. Está todo mundo dormindo no país inteiro!
Só acordam para assistir novela, e programas de entretenimento. É para ENTRETER mesmo, ous seja, é para RETARDAR mesmo.

E eu aos 22 anos de idade, tenho me cansado, com blá blá blá, cansado com simbolismo, com propagandas, com meras demonstrações de indignação.

Por que quando uma pequena classe social vai até Brasília reivindicar o seu, é humilhado, escandalizado e nem ao menos atendido, a classe é da minoria, não se tem o devido apoio.

Até onde essa vida de superficialidade chegará?
Até quando os nossos filhos, os familiares, virarem contra a gente, e começarem a virar bicho nas ruas, usando drogas, matando, prostituindo e fazendo tudo aquilo que um dia aprendemos e não saberemos fincar no aprendizado dos nossos? Por que assim que a "liberdadezinha" que temos hoje os torna, e embora queiramos tê-los debaixo de nossas asas, o mundo é mais aventuroso e os dão mais água na boca e mais sede. Por que essa "liberdadezinha" que nós temos vem só pro erótico, pro banal, pro retardo e o antisocial.

Até quando iremos nos conformar?
E eu me pergunto que liberdade é essa se não SABEMOS como usá-la? Ou se não a temos?

Que Liberdade é essa? Se tudo que criamos ao nosso redor nos limita e nos atinge. Pode até parecer que uma pequena atitude sua não retorne mais vem como bala em fidebeck!

Estas coisas estão cansando o meu viver, embora eu não desista, e insista todos os dias em pequenas atitudes para mudar, melhorar ao menos o que ocorre ao meu redor. Ainda assim até onde iremos? Onde vamos parar?

Penso que só com o retorno de Jesus Cristo mesmo, para tanto absurdo que estamos vivendo. Mais, eu prefiro ir até o fim lutando, invés de fingir, dormir e dizer: Sou um conformado.

Pensamento de Descartes sobre Liberdade: “Age com mais liberdade quem melhor compreende as alternativas em escolha. Quanto mais claramente uma alternativa apareça como a verdadeira, mais facilmente se escolhe essa alternativa.

Pessoas que não buscam informações, têm mais dificuldades para identificar as inúmeras alternativas que existem, pois alternativas são frutos da aquisição dessas informações.

Onde estão as informações, senão nas escolas? Nas faculdades? Nas igrejas?

E onde estão os sócios modificadores, os tais colaboradores de tudo isso?

Mais, nós nos deixemos engalanar pela Educação criada pelo Governo, fazendo de cada aluno um alienado no mundo do consumismo e da moda, alienado na tecnologia os tornando uns robôs, com sentimentos de seres vivos, cheios de complexos e conflitos, e razões que insistimos fechar os olho, não querer enchergar o que leva um menino de 5 anos de idade a roubar, a inalar drogas, entre outras atrocidades que acontecem contidianamente, até nos atingir repentinamente. Aí abriremos os olhos e provavelmente nos perguntaríamos: Por que disto? E afirmaríamos: Quero Justiça!

Que justiça? Ai, ai... Que Justiça! Só para uns e outros não?! Que Justiça?

Nos deixamos nos seduzir, pela palavra totalmente deturpada que fazem da interpretação da Bílbia. Hoje vejo pouquíssemos, quase inexistente, um ser humano seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo. Vejo que criaram um tipo de Evangelização nas bases dos ensinamentos e julgos de homens, e não de Jesus, estão muito além do que era pregado para ser pregado. A base que era pra ser a do amor é misturado com a da ambição, mais uma dose de egoísmo e uma pitada de intolerância, enfeitasse com mais um pouco de ignorância, e pronto está feito o bolo do ABSURDO.

Mais o conformismo, é isso aí, faz com que deixemos nos enganar.

Não sei você, mais eu ainda sonho com a liberdade, que para mim ainda não foi conquistada. fielmente. Para mim a liberdade é um estado de esterna luta pelos interesses difusos.

E você? Qual é a sua liberdade? Que liberdade vem sonhando? Que liberdade vem vivido? Que ser livre tu és? Que realidade tens vivido, senão a mesma que a minha?

A utopia é altamente enganosa, ela vai na rapidez da luz e acaba na ponta de uma arma apontada a cabeça, pode chegar ao som de uma bala, e o que resta é o último suspirar, não se há fala. 

(Luanda Melo dos Santos)

5 Sonhadores:

Angélica Lins disse...

Ótimo texto!
Passei para agradecer sua visita e dizer que pode deixar seu poema lá no vórtice, sera uma alegria ter ele na caixinha de natal!

Estarei sempre por aqui
Beijo e ótima semana!

Bia Monteiro disse...

Oiiiiiii
Adorei mto o post...
Assim como adoro suas visitas...
E vc pode ter toda a certeza
Que já cativou em mim uma amizade mto grande
Uma semana espetacular pra ti flor...
Tdo de bom p vc sempre..
Bjooos
=D

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho lá pra vc amiga.

beijooo.

Bia Monteiro disse...

Aaahhh...
Tem presente p ti no meu blog...
Passa lah qdo puder...
Bjoo
=D

Sandra Rossi disse...

O mundo está cada vez mais escasso de pensadores, as pessoas aceitam tudo como se fosse normal, infelizmente.
Pensar é viver e o alimento para o pensar é o sentir. Um homem sem sentimentos, não pensa, não vive.

BJuS e fique com Deus!

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review