♣ Há coisas que só existem em Guajará ♣

© Luanda M.S. Cabral

Existem coisas que só existem em Guajará!
A família está lá, quando pego o busão, todos ficam anciosos por eu chegar
O cheiro do pescoço do menino amado mais que tudo na vida (irmãozinho)
A benção da mãe mais amada do mundo
Os olhos brilhantes dos irmãos
O arroz, bife e feijão! (da mamãe)
O cheiro da terra, o ar fresco do dia
O cantar dos pássaros

Há coisas que só existem em Guajará,
É eu sinto saudades de lá
Tem uma praça com banquinhos,
Escondidinho, escurinho pra namorar (rs, eita tempo)
É..deixa dona Sandra pegar
(kkkkkkk)
Era uma peeeeeeeeeia de cinto
Nem ia adiantar!!! (rs)
O pastel de carne, o de queijo
Áh, esse só tem em Guajará, o Parecis é só de lá!
O gostoso Tacacá!
Te falo, só mesmo Guajará!


A tia Silvana, pra aconselhar
As outras tias pra visitar
Comer biscoito de goma
Tia Patrícia, no aniversário do neguinho
Fazia um araiá, eita tinha fogueira no mês de junho pra gente brincar
O bairro São José, a rua 1º de maio
É na minha Guajará!
As praias da Paakas,
A Bolívia pra cruzar, o barquinho pra navegar
Cunhapé do lado de lá
Um ventinho frio na noite pra entrelaçar
O mingau de tapioca, o MUNGUZÁ!

Festa do Divino
Catequese, as irmãzinhas falar de Deus, a ensinar
Arraial, pra comer pato no tucupi e vatapá!!!
Discoteca pra dançar, 7 de setembro
No sol quente desfilar
Tô falando, só em Guajará, rapá!

As fofocas agitando a cidade
O alegrar da garotada
Disposição, menininhas danadas
Eu sou de lá!!!

Minha Guajará, a Pérola do Mamoré
Pra erguer tua bandeira, sempre fico de pé
O teu hino cantar, minha linda Guajará.

Te espero crescer Guajará,
Meus filhos ão de te visitar, capaz que não queiram voltar
A paz que esta cidade tem
Não se encontra em nenhuma lugar.

Saudades, que eu tenho, da tardezinha ir caminhar
Ir na vozinha visitar, e quando dá oito na noite
Ir pra casa descançar.

Guajará do meu Paulo Saldanha
Da merenda da escola
Da galera da baderna
Do baralho, truco, diretoria
Suspensão, briga, namorar no final do dia
E castigo da mamãe

De ir jantar carne de sol do Ceará
Da bagunça dos amigos
Que nem moram mais lá

É minha eterna, aconhegante
Saudosa Guajará.

(Luanda Melo dos Santos)



2 Sonhadores:

Olhar Simplismente... disse...

'oLÁ ADOREI SEU BLOG PARABÉNS! bJOSSSSSS

Olhar Simplismente... disse...

olá adorei seu blog parabéns!

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review