Ir além do ordinário

© Luanda M.S. Cabral

Imagine seu corpo, imagine você dentro de sua mente
Imagine que você feche os olhos,
Imagine que depois de eles fechados na pessoa que há em ti
Você deseje ir para um local
Um lugar tranquilo onde ninguém a pertube
Onde você não esteja com sua família
Nem com alguém conhecido
Sugiro uma montanha
E que você a suba, na medida em que vai respirando
E respire lentamente, pra sentir o ar passar para seu pulmão
E o ar passando em toda sua corrente sanguínea
Vai subindo esta montanha
Saia de mancinho de dentro dos problemas, do trabalho da família

Saia de dentro de ti, respire lentamente
E chegue no pico dela
Se distancie de tudo
Esteja você lá encima sozinha
 Não tenhas medo, estará na presença apenas de Deus
E observe que agora você estará tranquila,
Sinta que o vento estará mais fresquinho, que você vê pássaros a voar
Que a longe escuta o som de uma cachoeira
E que lá em baixo, uma vasta floresta clara, verde bem bonita
Respire profundo agora e agradeça a Deus o seu existir
Levante-se abra os braços e sinta-se a voar
Saia planando sobre o mundo, e voe
Sinta o vento, na pele e balançar os cabelos no ar
Passe por outras montanhas altas
Respire fundo, prenda o ar, e force-se a chegar ao céu, quando chegar
Solte o ar devagar...e vá viajando
Vai passando pelas nuvens, sinta-a como algodão doce
Fechar os olhos, desejar coisas boas
Sinta-as florescendo em ti
Queira ir bem longe, o mais que longe que puderes ir
E sinta a emoção
Largue tudo que te faz ser humano na terra
E sinta-te como pássaro, dê asas aos teus pensamentos
Pense nos dons espirituais, e que eles sejam nunvens
E que seu corpo passe pela nuvem da Compreensão
Veja a frente a nuvem da Paz
Se achegue a nuvem do Amor
Aviste a nuvem da Sabedoria, do lado dela
Está a nuvem do Discernimento
Vá...vá..suba..suba...até onde puder ir
Abra os braços, faça uma oração,
Ore por você, sua família, pelas pessoas queridas
Deseje o que quiser, peça o que quiser, acalme-se
 E sinta e receba a benção de Deus
Sobre ti, e de braços abertos respire fundo
Venha descendo, voltando vagarosamente
Venha descendo em paz, tranquilamente
Olhe a terra, as árvores
Aviste a cachoeira, os animais
Venha descendo, e vá ao encontro do pico da montanha
Se achegando, coloque um pé depois o outro
Vá caminhando descendo a montanha, e alimentando os olhos
De belas paisagens, um lago, ouça som da cachoeira
Ouça voz de crianças brincando
Vá voltando, respire lentamente
E abra os olhos.

Tenha um bom dia, ótíma tarde
E que Deus abençoe o seu descanso durante a noite.

(Luanda Melo dos Santos)


0 Sonhadores:

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review