O que não é verdade, verdade é.

© Luanda M.S. Cabral 0 Sonhadores Links para esta postagem


Te conheci na beira de um bar
Nos falamos um pouco, mas eu não sabia o teu nome
Você foi embora, eu fiquei ali parada
Sem saber para onde ir.

Minhas pernas entrelaçavam,

- Uma dose, duas doses, é claro rá, rá..
"Que eu estou afim, afinal de contas a noite nunca tem fim!"

Então raiou o dia, é claro eu nem percebi,
Onde foi parar a minha vida, onde foi que me perdi.
Quem sou eu, pra onde fui, onde estou?
Meu Deus do céu, o que aconteceu por aqui?

Algo me incomodava, algo em mim mudava
Fui te procurar, na beira de um bar,
Fui te conhecer nas esquinas da vida,
Nas barcas loucas, onde ninguém se conhecia

Eu sentia saudades, mas nem bem sabia do quê
Nas mais belas palavras, nas melhores canções
Eu encontrei você.

No primeiro encontro, eu nem bem tão arrumada
Você já meu íntimo, me conhecia
Eu ali vi, eu quero essa parada, bem lúcida
Pra mim você é o tudo, a frente de todos sou quase nada.



Seu sorriso

© Luanda M.S. Cabral 0 Sonhadores Links para esta postagem
Quando eu te vejo, logo eu sorrio
Covinha no meu rosto, um amor correspondido

Então eu viajo nesta vibe,
Então eu viajo nesta vibe,

Pega na minha mão, caminha um pouco comigo
Conte algumas história ao meu ouvido

Então eu viajo nesta vibe,
Então eu viajo nesta vibe,

Vamos para um jardim, colher flores coloridas
Sentar na grama, deitar, esquecer por um momento o mundo

Deitar no teu colo,
Ouvir tua voz, é tão bom
é tão bom,
Ouvir tua voz, é tão bom
é tão bom...

Tchu tchu ru, ru, ru...
Tchu tchu ru, ru, ru...

Vamos nos conhecer, sermos bons amigos
Vem, pra minha casa, passa um tempo comigo...

Então eu viajo nesta vibe,
Então eu viajo nesta vibe.




Injustiça

© Luanda M.S. Cabral 0 Sonhadores Links para esta postagem

Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade.
Porque cedo serão ceifados como a erva, e murcharão como a verdura. 

Assim diz a palavra de Deus! Acho que, enquanto vivermos não terá uma situação em que não iremos nos sentir injustiçados. Fiquei refletindo de onde vem este sentimento, de querermos sempre ser injustiçados...? 

Miragem

© Luanda M.S. Cabral 2 Sonhadores Links para esta postagem
                          Este novo ano me veio com pesperctivas diferentes, novos desafios e posturas distintas, que houtrora no ano saudoso, qual aprendi muito. É impossível passar por situações, creio eu assim, e não ter novas atitudes dar um salto para vida, ao menos espiá-lo de uma maneira curiosa a tentar ver o que Deus tem planejado para nós. É como se fosse uma nova canção, Deus o pianista e nós somos cada nota com cuidade desenhada, criada esculpida em amor, para que seja perfeito. Eu tenho um chamado muito lindo para desenvolver dentro e fora de mim. E meu Pai me chamou por algum motivo, algo que Ele vê capaz, algo que o próprio por até circustâncias da vida criou em mim, alimentou e acredito que seja o momento de as raízes estarem infriltrando cada vez mais o solo, para que sejam fortes, que meus braços sejam caules fortificados pelas verdadeiras vitaminas. Chega um tempo, que o meu eu, a minha nova mulher gerada no ventre do Senhor não suporta tanta futilidade carnal, há um ponto que eu começo a passar mal fisicamente. Eu fico enojada. Meus olhos passam a ficar turvos, e não posso dá um passo sequer em direção ao meu brother fiel que é Jesus. Então, eu necessito de uma pausa, fugir de tanta superficialidade, respirar fundo e lembrar qual é meu verdadeiro foco hoje, aqui e agora. E Deus tem sido minha força, diante de minhas fraquezas tem abrido meus olhos. O Espírito Santo me alerta! E eu só quero dizer pra meu Pai: Sim! Eu vou. Fico triste de ver meus irmãos tão cegos, caminhando para uma vida desiludida, se juntando aos milhões, não sei é algo que em mim é desesperador, e me parece que quanto mais eu oro, mais eu tenho que orar... Além desses tem os que me perseguem, sim, devo orar por vocês também. Quando eu vejo, me parece cansativo, quando olho com olhos de Cristo é algo glorioso. Algo contra tudo que é ensinado na terra. Eu tenho uma imensa paixão por coisas revolucionárias, e foi assim que Jesus Cristo me conquistou, quando descobri o quão Ele é uma pessoa que apenas tem interesse em nós, por amor a nós. Mas, enfim não deixo de me entristecer pelos caminhos de meus amados irmãos. Mas, não vou me apetecer continuarei a interceder por eles, houve alguém que deu seus pensamentos noturnos por mim de alguma forma. Não, apenas por isto, mais, pelo sangue do cordeiro que me lavou lá na cruz, o Sangue de Yeshua! Que todo Power que é liberado sobre mim e minha família seja concretizado, tomo posse de todas as armaduras espirituais, que o Senhor seja a minha força, a minha fonte de vida, que seus rios transbordem em mim e me lavem, me curem tire toda a imundíçia que impede que meus olhos vejam, contemplem os sonhos de Deus para minha vida e de meu esposo. Quando estou fraco é que sou forte. Em um só nome o do glorioso Senhor de nossas vidas: JESUS CRISTO! Que contemplemos mais que miragem, que sejamos os próprios horizontes para honra e glória do nosso Pai.

(Luanda M.S. Cabral)





Contorno

© Luanda M.S. Cabral 0 Sonhadores Links para esta postagem
                   É incrível como as coisas cooperam para que tudo aquilo que você planeja há meses, ou até anos podem desandar num incrível pensar. Bom, comigo não é sempre assim. Antigamente era. Eu me desmotivada, ficava de cama, triste pensando, meu Deus porquê não deu certo?! E ficava questionando a maneira do meu Pai agir. Hoje já não é mais assim, se muitas barreiras me aparecem, eu trato de ir contornando-as uma por uma, analisando-as e aprendendo que para contornar é preciso torna-se água, como o rio que percorre ao desaguar no mar. Pois, sim. Vamos agir! Eu esses dias comprei alguns livros, fiz uma viajem a serviços jurídicos, e dei um tempo pra mim. Eu gosto de criar algumas situações em que eu posso estar junto a mim mesma, à vezes se possível, eu vou ao parque em companhia de Deus, caminhar, pensar, repensar, planejar, ouvir a opinião do Grande Eu Sou, curtir esses pequenos grandes momentos para que ali eu possa crescer também por dentro. Então, fui passar alguns dias na cidade em que cresci e aproveitei além de visitar amigas e parentes, dar uma voltinha, me aproximar mais de meus irmãos enfim, viver. E, como viajei sozinha, sem ter meu nego ao lado, o que foi um tanto sofrido pra nós dois, ao mesmo que foi muito bom, pois essa saudadezinha fica tão gostosa quando nos encontramos e um acaba que valorizando mais a presença do outro. Fora, que meu nego fica mais romântico quando eu fico nem que seja um dia distante dele, e eu adoooooro ele todo bonzinho pra mim. Pasmem, limpou a casa, arrumou tudo, fez café da manhã, visto que cheguei de manhãzinha, tudo feitinho pra me receber, é um amor mesmo, não tenho que explicar porque eu sou tão apaixonada assim, e como eu me apaixono todos os dias pelo mesmo homem, o dono do meu coração. Enfim, passando este momento melosos, voltando ao foco do texto ao que quero expressar, e como faz um tempo que não venho por aqui... Pensei em tantas coisas, como havia comprado os livros uns cinco no total, muito bons que estimulam meus pensamentos para que meu eu interior venha crescer, para que eu possa alimentá-lo e assim ter novas atitudes referente até coisas que não sei lidar e que ainda estou aprendendo. E nos planejamentos, quando postei-me em decisão, acontece algo ruim que tenta me abater. Dessa vez, eu consegui tomar conta da correnteza e fui contornar trecho por trecho. Não fiquei estacionada nas emoções. E meus planos? Eu pensei... E meus sonhos? E nossos sonhos? Então fui caminhar dentro de mim, convidei meu marido, que de prontidão aceitou o convite e fomos dialogar, passamos a noite conversando sobre as situações, sobre os sonhos, os planos, as nossas dificuldades e concluímos que a dois sempre é melhor, é mais forte e bem mais rápido. Afinal, as águas necessitam da força do vento. Assim me vejo, sou água e com ele sou correnteza, e nosso amor é o oceano. E, como afirmei acima, reafirmo que embora todas as coisas mundanas cooperam para que nossos sonhos fiquem desiludidos, a palavra de vida nos diz que 'todas as coisas cooperam para o bem, daqueles que amam a Deus.' Então, não há o que temer o que lamentar, vamos CONTORNAR!

(Luanda M.S. Cabral)

O tacho

© Luanda M.S. Cabral 4 Sonhadores Links para esta postagem

                      Geralmente eu sou de curti uma boa conversa, brinco encima de algumas veredas, e também meus olhos as vezes não passam tão despercebidos assim. Nas vezes em que eu não estou perdida no meu mundo meio Alice no país das maravilhas, visto que saboreio lentamente os meus momentos bons, algumas recordações nos animam a pensar no futuro. Mas, bem, não foi sobre isto que vim aqui escrever. Eu andei observando a mania que algumas pessoas tem e insistem em viver. Viver de restos! Tive em pensamento que apesar de eu passar o dedo no restinho que fica, e me lambuzar toda, se vermos bem aquele queimadinho é bem amargo. Então  o que fazemos, deixamos de molho para que desgrude aquilo que teima no fundinho do tacho. É-me indiferente, mais não sou muito boa em valorizar excessos do diminuendo sobre o diminuidor: Restos. Não lido muito bem com aquilo que fica por dizer ou até por fazer. E, também é bem distinto de sobras, sendo que esta excede a quantidade que se é. A outra não brilha, são apenas cinzas daquilo que se queimou. E, algumas pessoas me parecem ser assim umas múmias, ou cadáveres ambulantes que querem nos contaminar com suas bactérias ou fungos latejantes. Eu, sou chata, e acho tudo isso muito nojento. Restos infecciona torna-se doença ou vício. Não nos faz bem entrarmos em contatos com estes tipos de moléstias. Dar vasão a parasitas que tenta sugar nossa felicidade, enferrujar nosso sorriso. Esta mania de viver sobre o tacho me incomoda e não faço parte desta porção de sentimentos contagiosos ambulantes. Já disse, não sou mendigo. Quem vive de restos são parasitas que come e vive à custa alheia, nascem e tentam se desenvolver à custa da substância do outro.
Sai pra lá! Tomo uma dose de um beijo gostoso de amor. Acrescento mais dois goles de um belo sorriso. Mais, uma pitada de abraços dengosos. Manar um cheirinho sereno suficiente para sossegadamente eu continue a caminhar. Tacho, chá pra lá bem longe de mim.
(Luanda M.S. Cabral)

Um tanto alérgica

© Luanda M.S. Cabral 3 Sonhadores Links para esta postagem


                              Eu gosto de todos os tipos de pessoas, eu tenho uma paciência que me supero as vezes, é que na verdade eu acredito no ser humano mesmo que muitas das vezes este ser não se conheça o suficiente e age feito um tolo. É que a vida me esperou crescer, e por esta razão não curto cobrar tanto das pessoas e principalmente exigir aquilo que elas não são. Mas, eu confesso tenho um certo tipo de alergia, eu me coço todinha quando me deparo com algumas situações e, é fato, tenho que segurar minha língua e até meus braços, para não agir. É até engraçado esses meus momentos de auto controle meio que desesperado. Gente chata me dá uma vontade de espirrar horrível, e afastá-la de mim. Gente fresca dá aquela sensação que disse acima me coço todinha. Gente hipócrita, já ativa meus movimentos que se não os controlo, ai meu Deus, sai de perto de mim. Gente mentirosa me dá uma crise de risada, é algo que muitas vezes é impossível de controlar, ainda mais eu que vivo a sorrir mesmo o quando quero chorar, aprendi a contornar o choro através da curva de um sorriso no rosto, ah vamos lá é bem gostoso isso, rir de nossas tristezas abre novos horizontes, novas possibilidades que podemos agir. Gente que vive do passado, nossa, este tipo de pessoa causa um ataque alérgico em mim, de uma maneira que eu prefiro ficar bem longe, até encontrar um jeito, no qual eu posso me reaproximar. Ficar, remoendo ruínas não é comigo. E sabe ácaro, aquele bichinho que dá em coisa velha, empoeirada e acabadinha, sim, aí é que tenho alergia mesmo minha renite ataca logo, e ainda por cima dá uma dor de cabeça. E, por fim, e mesmo assim eu gosto de pessoas, seres humanos não teria graça a vida se não existisse pessoas esquisitas por onde quer que fôssemos, o que iriamos aprender então? E mesmo assim, eu acredito... Acredito nas pessoas e espero elas amadurecem, de certo, há sempre algumas que param no tempo. Mas, fazer o quê, eu não sou relógio sem bateria. O tic e tac do meu coração anda até meio acelerado, correndo contra o tempo com sede de viver. Quer caminhar comigo, ajuste os ponteiros de sua vida, e atualize ele para alguns minutos antecipados, além de alérgica sou ansiosa por boas notícias, e velo a felicidade abrindo os braços para mim, eu me antecipo para abraçá-la também.
(Luanda M.S. Cabral)

Sonhe também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sonhos de Menina ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review